TÚMULO DO SOLDADO DESCONHECIDO

Túmulo do soldado desconhecido é o nome que recebem os monumentos erigidos pelas nações para honrar os soldados que morreram em tempo de guerra sem que os seus corpos tenham sido identificados. Por vezes é um túmulo simbólico, ou cenotáfio, evocando todos os habitantes de um país que morreram em determinado conflito sem identidade conhecida, embora alguns contenham os restos mortais de soldados falecidos durante esses acontecimentos.

TOMB OF THE UNKNOWN SOLDIER

Throughout history, many soldiers have died in wars without their remains being identified. In modern times, nations have developed the practice of having a symbolic Tomb of the Unknown Soldier that represents the war grave of those unidentified soldiers. They usually contain the remains of a dead soldier who is unidentified (or "known but to God" as the stone is sometimes inscribed) and thought to be impossible ever to identify, so that he might serve as a symbol for all of the unknown dead wherever they fell. The anonymity of the entombed soldier is key to the symbolism of the monument: since his or her identity is unknown, it could theoretically be the tomb of anyone who fell in service of the nation in question, and therefore serves as a monument to all of their sacrifices

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

IGNOTO MILITI ITALIANO-Arte Tumular-11-Itália



Deusa Roma sobre o túmulo

COMPLEXO MONUMENTAL DO VITTORIANO
O Soldado Desconhecido italiano
Em 1920, o então Coronel Giulio Douhet, com base em iniciativas semelhantes já executadas na França e outros países envolvidos no projecto "Grande Guerra", para homenagear aos soldados mortos italiano cujos restos não foram identificados, com a criação de um monumento ao Soldado Desconhecido, em Roma. 
Criou-se então, o Túmulo do Soldado Desconhecido no complexo monumental do Vittoriano na Piazza Venezia, Roma. Sob a estátua da deusa Roma, foi enterrado o cadáver de um soldado desconhecido italiano, selecionados entre aqueles mortos na Primeira Guerra Mundial. A escolha foi feita por Maria Bergamas, mãe de um voluntário, Antonio Bergamas que havia desertado das forças austríacas e aderio às forças italianas e foi morto em combate em combate , sem que o seu corpo fosse encontrado.
Em 26 de Outubro de 1921, na Basílica de Aquileia, Maria escolheu o corpo de um soldado dentre outros onze cadáveres de soldados mortos e que não foram identificados. A mulher foi colocada em frente de onze caixões alinhados . Quando passou na frente dos primeiros caixões, gritando emocionalmente o nome de seu filho desabou no chão em frente de um caixão, que é o que foi escolhido. Os dez restantes restos mortais foram enterrados em Aquileia, no cemitério de guerra em torno do templo romano. Desse modo foi escolhido o soldado desconhecido italiano.

TÚMULO
O corpo foi depositado no monumento em 4 de novembro de 1921 , situado no Complexo Monumental do Vittoriano, tem-se acesso por uma grande escadaria que termina numa grande área com o piso decorado. Uma outra escadaria menor, ladeada por piras em bronze com uma chama permanente, simbolizando a eternidade, chega-se ao túmulo. Uma base tumular em mármore com as inscrições:”IGNOTO MILITI”, com as datas MCMXV e MCMXVIII (1915-1918). Sobre essa base uma enorme coroa alegórica em bronze simbolizando a gloria. Logo acima uma enorme escultura da deusa Roma, protege o túmulo. Permanentemente o tumulo é protegido por dois soldados de honra.
LOCAL: Piazza Venezia, Roma, Itália 
Formatação, pesquisa e descrição do memorial:Hrubiales
Fonte e fotos: Wikipidea

Nenhum comentário:

Postar um comentário