TÚMULO DO SOLDADO DESCONHECIDO

Túmulo do soldado desconhecido é o nome que recebem os monumentos erigidos pelas nações para honrar os soldados que morreram em tempo de guerra sem que os seus corpos tenham sido identificados. Por vezes é um túmulo simbólico, ou cenotáfio, evocando todos os habitantes de um país que morreram em determinado conflito sem identidade conhecida, embora alguns contenham os restos mortais de soldados falecidos durante esses acontecimentos.

TOMB OF THE UNKNOWN SOLDIER

Throughout history, many soldiers have died in wars without their remains being identified. In modern times, nations have developed the practice of having a symbolic Tomb of the Unknown Soldier that represents the war grave of those unidentified soldiers. They usually contain the remains of a dead soldier who is unidentified (or "known but to God" as the stone is sometimes inscribed) and thought to be impossible ever to identify, so that he might serve as a symbol for all of the unknown dead wherever they fell. The anonymity of the entombed soldier is key to the symbolism of the monument: since his or her identity is unknown, it could theoretically be the tomb of anyone who fell in service of the nation in question, and therefore serves as a monument to all of their sacrifices

sábado, 7 de fevereiro de 2009

WARSAW TOMB-UNKNOWN SOLDIER

MAUSOLÉU (click on image to enlarge)
VISTA DA ENTRADA
VISTA POR TRÁS

Túmulo do Soldado Desconhecido, em polonês: :Grob Nieznanego Żołnierza; é um monumento em Varsóvia, na Polónia, dedicada aos soldados desconhecido que deram suas vidas para a Polónia. É um túmulo de muito significado nacional e foi construído após a I Guerra Mundial..
Em 4 de abril de 1925, o Ministério da Guerra mandou seleccionar num campo de batalha a partir da qual as cinzas de um soldado desconhecido seria trazido para Varsóvia. Foi escolhido, em outubro de 1925, pelo Lwów 's Łyczakowski Cemitério, três caixões que foram exumados: o selecionado foi de um sargento desconhecido sargento. O caixão que estava para ser transportado para Varsóvia foi escolhido por Jadwiga Zarugiewiczowa, mãe de um soldado que tinha caído em Zadwórze e cujo corpo nunca foi encontrado. Essa é a história do soldado desconhecido polonês.
CONSTRUÇÃO DO TUMULO
O túmulo foi projetado pelo famoso escultor polonês, Stanislaw Kazimierz Ostrowski. Ele está localizado no interior da arcada que ligava as duas asas simétricas do Palácio Saxônio, à sede do Ministério de Guerra. A parte central é rodeada por 5 eternas chamas e 4 pilares com nomes e datas de batalhas em que soldados polacos tinham lutado durante a I Guerra Mundial e daGuerra polaco-soviética. Atrás do Túmulo de metal há duas grelhas ostentando emblemas dos dois mais altas medalhas militares polonesas -o Virtuti Militari e os Krzyż Walecznych (Cruz de Valor).


Os locais onde era mencionado as batalhas da Guerra polaco-bolchevique, foram retiradas após a II Guerra Mundial pelos soviéticos e autoridades comunistas da Polônia e escondido nos porões do Museu do Exército polonês em Varsóvia. Após a Polônia ter recuperado a sua independência em 1989, os painéis s foram restaurados e estão atualmente em exposição no mesmo museu, enquanto os das batalhas no próprio túmulos, onde foram remodelado e ampliado para incluir o original das batalhas


Durante a Guerra de 1939, onde a Polônia se defendeu, dos ataques alemães, o edifício foi ligeiramente danificado pelo bombardeamento aéreo alemão, mas foi rapidamente reconstruído e apreendidos pelas autoridades alemãs. . Em Dezembro de 1944 o palácio foi completamente demolido pelaWehrmacht. Apenas parte dos serviços centrais colunata, que abriga o túmulo, foi preservada.
Depois da guerra, em finais 1945 começou a reconstrução. Apenas a pequena parte do palácio que contém o túmulo foi restaurado por Henryk Grunwald. Em 8 de maio de 1946 foi aberto ao público. Foram acrescentadas urnas e mais tabelas com nomes de batalhas em que os poloneses lutaram na II Guerra Mundial. No entanto, as autoridades comunistas apagarão todos os vestígios da Guerra polaco-bolchevique de 1920 e apenas uma pequena parte das batalhas do Exército Polonês no Ocidente foi incluído. Isso foi corrigido em 1990, depois que a Polónia recuperou a sua autonomia política. Existem também planos para reconstruir o Palácio saxónico, mas não se sabe quando esses planos serão realizados.
LOCAL: Varsovia, Polônia.
Formatação, pesquisa e descrição do memorial: HRubiales

Nenhum comentário:

Postar um comentário