quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

ARCO DO TRIUNFO- 02 - Túmulo do Soldado Desconhecido -Arte Tumular-Paris, França


ARTE TUMULAR
Laje de granito acinzentado com a frase gravada: “Ici repose um soldat français mort pour la patrie” (Aqui repousa um soldado francês morto pela pátria). Ladeando essa laje em todo o seu perímetro uma lamina decorativa em bronze, linha divisória do umbral, entre a vida e a morte. Na cabeceira tumular uma pira ricamente decorada em cobre e que é acesa todos os dias, simbolicamente a tocha da pira identifica-se com o Sol e constitui o símbolo da purificação através da iluminação. Na parte que representa a parte frontal do memorial, fora da linha divisória há um escudo em bronze e uma espada sobre um ramo de palma que representa a glória e a vitória, representando o triunfo dos mártires sobre a morte; a espada representa militarismo e que o morto foi um militar. De cada lado do escudo saem faixas alegóricas que faz alusão à tristeza.
LOCAL: Paris, França
Fotos: Wikipédia, Tiago Tavares, Rodpires e Alegrão
Descrição tumular: HRubiales



TÚMULO DO SOLDADO DESCONHECIDO
No solo do Arco, situa-se o memorável Túmulo do Soldado Desconhecido (“Ici repose un soldat français mort pour la patrie”). As cinzas do incógnito combatente francês, morto durante os sangrentos conflitos da I Guerra Mundial, ali repousam desde 1920. Todo final de tarde, há uma comovente cerimónia do acender da chama no túmulo ao soldado desconhecido .
PAÍS: França
GUERRA: I Guerra Mundial
MORTOS: Mais de 1,5 milhões
ARCO DO TRIUNFO


 MEMORIAL: ARCO DO TRIUNFO
O Arco do Triunfo (francês: Arc de Triomphe) é um monumento, localizado na cidade deParis, construído em comemoração às vitórias militares de Napoleão Bonaparte, o qual ordenou a sua construção em 1806. Inaugurado em 1836, a monumental obra detém, gravados, os nomes de 128 batalhas e 558 generais. Em sua base, situa-se o Túmulo do Soldado Desconhecido (1920). O arco localiza-se na praça Charles de Gaulle, uma das duas extremidades da avenida Champs-Élysées.
LOCAL:Paris,  França



DESCRIÇÃO DO ARCO
Diversos elementos arquitetônicos são dignos de detida e fiel observação. Trinta medalhões, localizados sob a bela cornija, fazem, cada qual, referência a importantes batalhas travadas pelo exército francês. O friso, por sua vez, retrata a partida (fachada leste) e o retorno (fachada oeste) das tropas imperiais, visto que estas conflitaram em diversas regiões do continente europeu.
Na fachada leste, os baixo-relevos aludem à batalha de Aboukir e à morte do general Marceau. À esquerda, situa-se o Triunfo de Napoleão. Este belo alto-relevo, de Cortot, representa a paz e a conquista napoleônica, alcançados pela celebração do Tratado de Viena (1810). Na alegoria, o imperador francês é coroado pela Vitória e reverenciado pela extinta Monarquia. À direita, situa-se a Partida dos Voluntários de 1792 (obra de François Rude), aptos a defender a recém-instaurada e revolucionária República. A liberdade, aqui, é representada pela guerreira e valente mulher, a comandar e a incitar o povo francês. Na fachada oeste, os alto-relevos impressionam pela intensa carga emotiva. Verifica-se a submissão do povo ao Estado e a crença, pelos populares, na vitória das forças armadas.



INTERIOR DO ARCO
No interior dos arcos menores, encimados por interessantes alegorias à marinha, à infantaria e a outras guarnições, constam gravados inúmeros nomes de importantes oficiais franceses, assim como diversas localidades nas quais se travaram decisivas batalhas no âmbito do expansionismo francês – Toulouse, Lille, Luxemburgo, Düsseldorf, Maastricht,Nápoles, Madrid, Porto, foz do rio Douro e Cairo, por exemplo.
Formatação, pesquisar: HRubiales
Fonte: Wikipidea

Nenhum comentário:

Postar um comentário